Paul Goodey    Oboé     Corne inglês

 

wp940d8705_0f.jpgPaul Goodey (oboé, corne inglês) estudou no Royal College of Music até ao nível de Mestrado e foi depois para a Universidade da Califórnia, Los Angeles.

Regressou mais tarde ao RCM, onde completou o seu Doutorado que explora novos meios de composição com o oboé e live electronics utilizando análises e transformação de multifónica e outras técnicas contemporâneas.

Foi durante oito anos Director de Sopro, Metais e Percussão no Trinity College of Music e em 2007 passou para o Royal Northern College of Music para passar a ser Director de Escola, Sopro, Metais e Percussão.  Tem também ensinado em escolas de Verão e tem sido membro do júri de festivais em todo o Reino Unido.

As suas actuações em concerto incluem Siebengesang de Holliger, Goossens, Vaughan-Williams e Lutoslawski – duas actuações com o compositor. Como solista, tem dado recitais por todo o Reino Unido e na Europa Continental, nos Estados Unidos, Canadá e Índia. Desde 1997, tem sido o oboísta do ensemble de câmara contemporâneo Sounds Positive, com o qual fez mais de 50 estreias em recintos como St. John’s Smith Square e The Royal Opera House, bem como em numerosos outros recintos de todo o Reino Unido. Mais recentemente, tornou-se oboísta do Rarescale, um ensemble que promove música com a utilização de microtons.

 

Trabalhou na Radio 3 e 4 e gravou para o Discovery Channel, Channel 4 e trabalhos para o palco. O seu CD a solo mais recente, New Ground, contém sete gravações-estreia e foi classificado como “excelente” pelo BBC Music Magazine.

Está actualmente a gravar um disco de música de oboé pelo compositor pioneiro Edwin Roxburgh.

 

ß