Matthias Dulack Maestro Mathis Dulack

Curso de condução de orquestra

 Nascido na Holanda, Mathis Dulack passou a sua infância na América do Sul. Começou os seus estudos de condução de orquestra no conservatório de Maastricht e Amesterdão e continuou na Academia de Música de Viena com o professor Otmar Suitner; terminou em Viena o seu curso de condução de orquestra cum laude.

Subsequentemente, teve lições de mestrado com Franco Ferrara em Sienna e Sergiu Celibidache em Munique.

Mathis Dulack foi membro fundador e violoncelista da Orquestra de Câmara da Europa.

Isto deu-lhe a oportunidade de trabalhar com grandes maestros como Karajan, Bernstein, Solti, Maazel e Abbado.

Em 1986, Mathis Dulack foi finalista do concurso Toscanini de condução de orquestra em Parma, Itália.

 Nesse mesmo ano, fundou juntamente com o compositor Beat Furrer o Klangforurn, o ensemble vienês para música contemporânea.

 Entre 1991 e 1994, foi maestro assistente da Cleveland Orchestra sob a direcção de Cbristoph Von Dohnanyi. Na Ópera de Frankfurt tem conduzido produções de Pierrot Lunaire, de Schoenberg, l’Histoire du Soldat, de Strawinsky, e le Nozze di Figaro, de Mozart. Entre outras das suas actuações na ópera incluem-se Cosi Fan tutte, Lo Speziale (Haydn), Il Cambiale di Matrimonio (Rossini) e Le Rossignol pelo compositor holandês contemporâneo Loewndie.

Voltou recentemente à Holanda para conduzir a Orquestra da Rádio Holandesa num programa de Liszt/Busoni. Uma produção de Pierrot Lunaire muito aplaudida no Festival de Salzburg levou-o também ao Museu Guggenheim de Nova Iorque.

 Após uma colaboração frutífera no campo sinfónico com a Sinfonieorchester de Basileia, na Suíça, dirigiu recentemente a criação da ópera Ramanujan, que alcançou grande êxito na Bienal de Munique.

Desde a época de 1999/2000, Mathis é director artístico da Orquestra de Câmara do Festival de Budapeste.

Entre outras orquestras que tem conduzido contam-se a Tonkiinstlerorchester, Viena, Pro Afle Orchester, Viena, Wiener Kanimerorchester, Lockenbaus Festival (Gidon Kremer), Hunganan Radio Orchestra, Klangforum Wien, Orquestra Toscanini, Barga Opera Festival, Cleveland Orchestra e a Radio Symphony Orchestra Hilversum.

 Em 2002, conduziu a Südwest Deutsches Kammerorchester e a Orquestra Filarmónica de Nice, a que irá regressar mais tarde este ano.    

Em Fevereiro, Mathis actua com a Gewandhausorchester de Leipzig, conduzindo Sacré du Printemps, de Stravinsky (Ópera de Leipzig, Alemanha).

 

Curso de condução de orquestra

O curso de condução de orquestra 2012 dos cursos de Verão LMFL, sob a direcção de Mathis Dulack, compreenderá dois grupos:

Nível 1

Principiantes, sem qualquer experiência de condução de orquestra. O curso dará a estes alunos a oportunidade de aprenderem os princípios básicos da condução de orquestra.

Nível 2 do Programa 2012 (a ser anunciado)

Alunos de nível avançado, com conhecimentos de condução de orquestra: Estes alunos terão de estudar o repertório do programa de 2004 antes de virem para o curso.

Terão oportunidades de ensaiar com a orquestra e alguns serão seleccionados para conduzir o concerto de fim de curso.